Menu fechado

GT Eng. Ambiental apresenta Resultados Positivos

Plenário aprova GT de Engenharia Ambiental
Plenário aprova GT de Engenharia Ambiental

Foi aprovado junto à plenária de Outubro/2013 do CREA- SC os procedimentos para análise dos processos referentes as atividades relacionadas à Engenharia Ambiental.

Assim, ficou definido que a liberação das atividades abaixo listadas, possam ser anotadas sem a necessidade de vincular com os objetos 70 á 74 do Manual de Preenchimento de ART do CREA-SC:

Captação Superficial de Água – A0432
Sumidouro – A0858
Tanque Séptico – A0859
Efluente Doméstico – A0428
Lagoa de Estabilização – A0409
Tratamento de Efluentes Domiciliares (Especificar) – A0437
Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde – PGRSS – A0431
Reciclagem de Resíduos Sólidos – A0442
Água – A0426
Ar – A0427
Caixa Coletora – A0453
Caixa de Gordura – A0852
Controle de Vetores – A0460
Controle Sanitário – A0459
Teste de Percolação – A0861
Aproveitamento dos Recursos Naturais – H1379
Ecologia – H2180
Controle à Poluição dos Recursos Naturais – H1373
Auditoria Ambiental – H2475
Controle Ambiental – H2474
Hidrologia – A0816
Hidrografia – F1720

Já para a liberação das atividades abaixo listadas, desde que vinculadas com os objetos 70 a 74 do Manual de Preenchimento de ART do Crea-SC:

Sistema de Água
Estação de tratamento de Água
Serviço técnico não Cadastrado em Água
Reciclagem de Resíduos Sólidos
Resíduos Sólidos Industriais
Resíduo sólido de Saúde
Entulho
Controle à erosão
Utilização do Solo
Recursos Naturais Renováveis
Efluente Industrial
PRAD – A liberação da atividade de Recuperação de área degradada H2525, desde que devidamente analisada pelo DTEC para verificação da situação do trabalho, na qual não poderá envolver questões de vegetação sem a vinculação com profissional habilitado;

Outras Atividades:
As atribuições relativas à Terraplenagem (A0604), Escavação de Terra (A0616) e Perfuração de Poços (existem várias codificações em função do procedimento de perfuração) e Açudes (H2481) poderão ser anotadas apenas combinadas com os objetos 70 a 74 ‘do Manual de Preenchimento de ART do Crea-SC, desde que vinculada à ART principal ou através de co-participação;

Demais atividades:
Para os profissionais que não desejarem cursar disciplinas extras para agregar as atribuições da engenharia sanitária, porém, entenderem que possuem atribuição para outras atividades além daquelas supra listadas deverão solicitar revisão de atribuições para a CEAP.

Esforços conjuntos:
A ACEAMB sente-se honrada em poder participar deste Grupo de Trabalho, poder uniformizar e consolidar as atribuições profissionais dos Engenheiros Ambientais.
GT discutindo os processos de Engenharia Ambiental
GT discutindo os processos de Engenharia Ambiental

Para o vice-presidente da ACEAMB Eng. Guilherme S. Meller, este GT é um marco para a Engenharia Ambiental em SC. “Tivemos profissionais deixando de ocupar cargos gerenciais em empresas e outros até sendo afastados por não conseguirem anotar suas ART’s.

O GT foi uma conquista para os profissionais que há mais de 10 anos tinham problemas junto ao Crea-SC. Não podemos de deixar de registrar o apoio em conjunto com a AEANVI, do Presidente do Crea-SC Carlos A. Kita Xavier, além das Universidades que lecionam o Curso. Foi através destas que os conselheiros conheceram melhor o curso de Engenharia Ambiental, que tem sua base legal regida pela Portaria do MEC 1.693, e Atribuições Profissionais pela Resolução CONFEA 447/2000″.

 

13 Comentários

  1. Luana

    Nossaaaaaa Gui e Leomar…..fiquei emocionada…nem acreditei quando olhei a reportagem aqui na página….bom precisamos levantar esse pessoal…pra gente poder crescer ainda mais….vamos seguir em frente com esta luta, que é de todos nós engenheiros ambientais…

    • aceamb

      Izalda, o melhor caminho é fortalecer sua entidade de classe local! Desta maneira teremos mais representantes em inspetorias e conselheiros que se articularão com as Câmaras Especializadas para abrir espaço e e eles poderem conhecer melhor o curso de Engenharia Ambiental. Importante mencionar que vocês podem utilizar esta Decisão de SC para a Bahia, pois se aqui podem assinar, porque na Bahia não?
      Não excite em nos pedir ajuda! Estamos a disposição!

  2. Ivair de Lucca

    Realmente grande vitória do grupo de trabalho ACEAMB em prol da Engenharia Ambiental e da qualidade dos serviços de Engenheiro ambiental. Isto fortalece a profissão, amplia o grau de atuação, cria perspectivas do Cursos de Graduação/Universidades publicas ou privadas implantarem Programas de Pós Graduação Stricto Senso com linhas de pesquisa que atendam as demandas de SC e do Brasil. Parabéns a Comunidade da Engenharia Ambiental professores, alunos e IES e principalmente ao grupo de trabalho junto ao CREA-SC. Importante destacar o fortalecimento e atuação da Entidade de Classe regional para abrir novos horizontes para os profissionais.

    • aceamb

      Ivair, com uma entidade atuante e fortalecida podemos pleitear nosso lugar junto ao Sistema Confea/Crea. Percebi que você leciona na UDESC. O representante da UDESC no GT foi o Prof. Silvio. Através dele e dos outros coordenadores dos cursos, pudemos ter mais confiança nos que estávamos pleiteando, já que não há melhor pessoa para avaliar um curso do que seu próprio coordenador, certo?

      A ACEAMB está sempre aberta para debates em Universidades e Semana Acadêmica. Estamos a disposição!

      Att.
      Eng. Amb. Guilherme S. Meller

  3. Ricardo André Brandão

    Parabéns…. fantástico o resultado!!! Um grande avanço..
    Isso nos da mais força!! Vários clientes nos procuraram para diversos trabalhos relacionados a essas codificações… o que sempre gerou incômodos e frustrações até então..
    A questão era que não queríamos as atribuições apenas para ter mais trabalhos… mas porque estudamos para tal!!
    Novamente parabéns.. uma grande conquista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *