Menu fechado

ACEAMB nomeia novo representante para o Conselho da Bacia Hidrográfica do Rio Urussanga

O presidente da Associação Catarinense de Engenheiros Ambientais – ACEAMB, Guilherme Meller, indicou no último dia 12, quinta-feira, o associado Engenheiro Ambiental Guilherme da Silva Ricardo para assumir a representatividade da ACEAMB junto ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Urussanga – CBHRU.

Ricardo é Engenheiro Ambiental formado pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, atualmente esta concluindo o mestrado no Programa de Pós Graduação Mestrado em Ciências Ambientais pela UDESC, cujo tema de sua dissertação é “A gestão de recursos hídricos na bacia hidrográfica do Rio Marombas, localizada no Planalto Serrano de Santa Catarina”.

Ricardo destaca que essa participação é de extrema importância para a categoria dos engenheiros (as) ambientais, pois é uma oportunidade para que este profissional possa contribuir por meio de uma visão técnico-sistêmica a respeito dos problemas relacionados aos recursos hídricos em uma bacia hidrográfica.

“Sinto-me honrado com a confiança depositada em mim pelo presidente Meller, vou atuar pautado por critérios técnico-científicos que norteiam o engenheiro ambiental, tendo a gestão dos recursos hídricos como ferramenta para o desenvolvimento sustentável da bacia hidrográfica”.

A Bacia Hidrográfica do Rio Urussanga – BHRU localizada no sul do estado abrange 10 municípios com uma população aproximada de 118 mil habitantes, distribuídos em uma área total aproximada de 679,16 km².

Por ser uma bacia pequena e com sua foz conectada a um complexo lagunar, a gestão dos recursos hídricos na BHRU representa um grande desafio, uma vez que tais características associadas à expansão da urbanização e agricultura tendem a gerar conflitos pelo uso da água, principalmente em períodos de baixa disponibilidade hídrica.

É função do Comitê de bacia gerenciar os conflitos e riscos à garantia desse recurso as gerações presentes e futuras. Também é atribuição do Comitê promover a gestão participativa da água na bacia, discutir seu uso dada a diversidade de interesses em relação ao recurso hídrico e aprovar o Plano de Recursos Hídricos da Bacia, documento de base técnica que norteia a gestão dos recursos hídricos na bacia hidrográfica.

O CBHRU, criado pelo Decreto nº 4.934, de 1º de dezembro de 2006, é um órgão colegiado, de caráter consultivo e deliberativo, vinculado ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CERH.

É composto por 40 membros titulares distribuídos em três segmentos: Usuários de Água com 16 membros, Sociedade Civil com 16 membros e o segmento do Poder Público com 08 membros.

O engenheiro ainda destaca que a ACEAMB se enquadra no segmento da Sociedade Civil e que os membros do Comitê devem ser pessoas de reconhecida capacidade nos assuntos relacionados com a área de atuação no segmento representado, e conclui afirmando que representará a ACEAMB e os Engenheiros (as) Ambientais de forma plena e amparada pelo código de conduta e ética do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, sistema CONFEA/CREA.

*Fonte de dados utilizada: Secretaria do Desenvolvimento Sustentável do Estado de Santa Catarina – SDS/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *