Menu fechado

Curso de Geoprocessamento (ArcGIS)

geoprocessamentoLOCAL: Auditório SINERGIA Assessoria Empresarial
ENDEREÇO: Av. Municipal, 2135, Bairro Cidade Alta – Turvo SC (Antigo Chicão Escapamentos)
CARGA HORÁRIA: 21 horas/aula
DATA: 19, 20, 21, 25, 26, 27, e 28/01/2016
HORÁRIO: Das 19:00 as 22:00hs
INVESTIMENTO: R$ 250,00
INSCRIÇÕES ATÉ: 14/01/2016
PARCICIPANTES: Máximo 22 pessoas

Contato: (48) 3525-1013 ou 9995-7161 (SINERGIA Assessoria Empresarial)

INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA:

O termo Geoprocessamento denota a disciplina do conhecimento que utiliza técnicas matemáticas e computacionais para o tratamento da informação geográfica. Esta tecnologia, denotada por Geoprocessamento, influencia de maneira crescente as áreas de Cartografia, Análise de Recursos Naturais, Transportes, Comunicações, Energia e Planejamento Urbano e Regional (CAMARA; MEDEIROS, 1998). As ferramentas computacionais para Geoprocessamento, chamadas de Sistemas de Informação Geográfica (SIG), permitem realizar análises complexas, ao integrar dados de diversas fontes e ao criar bancos de dados georreferenciados. Tornam ainda possível automatizar a produção de documentos cartográficos. Num país de dimensão continental como o Brasil, com uma grande carência de informações adequadas para a tomada de decisões sobre os problemas urbanos, rurais e ambientais, o Geoprocessamento apresenta um enorme potencial, principalmente se baseado em tecnologias de custo relativamente baixo, em que o conhecimento seja adquirido localmente. Mediante o contexto acima apresentado, a fotointerpretação e digitalização de imagens associado ao processo de delimitação das áreas de preservação permanente (APP) tornam-se uma ferramenta de extrema importância para o planejamento ambiental e urbano.

OBJETIVO

Aprendizagem do processo de fotointerpretação de ortofotocartas e imagens espectrais de alta resolução, de modo que tal atividade possa vir a fomentar o desenvolvimento de atividades de projetos de planejamento do meio natural e urbano, além de projetos na área ambiental.

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Capacitar os participantes a uma leitura cartográfica voltada para aos projetos ambientais;
  • Possibilitar através de uma abordagem teórico-prática a construção do conhecimento a respeito das ferramentas e funcionalidades do geoprocessamento;
  • Fomentar o desenvolvimento de atividades de projetos de planejamento do meio natural e urbano.

EMENTA

1) Introdução ao Geoprocessamento

1.a) Conceitos;

1.b) Coleta de dados

1.c) Aplicações

1.d) Representação vetorial

1.e) Representação matricial

1.f) Integração raster x vetor

1.g) Georreferenciamento

1.h) Conversão digital de dados

1.i) Aquisição de dados

2) Aspectos Ambientais

2.a) Aspectos legais envolvidos;

2.b) Mapeamento como ferramenta para planejamento ambiental.

3) Manipulação de dados

3.a) Introdução ao AutoCAD, ArcGis e Google Earth

3.b) Conversão de informações vetoriais “shp e cad” para extensão “kml e kmz” (formato Google Earth)

3.c) Pesquisa e aquisição de dados

3.d) Delimitação da área de estudo

3.e) Elaboração de modelo digital de terreno utilizando sistema ArcGis e TOPOGRAPH

3.f) Elaboração de mapas de declividade

3.g) Delimitação das áreas de preservação permanente (APP)

3.h) Delimitação das áreas consolidadas em APP

3.i) Elaboração de Mapa de Susceptibilidade a erosão

METODOLOGIA: Aulas teórico-práticas utilizando notebook dos participantes.

PÚBLICO ALVO: Acadêmicos e Profissionais das áreas das Engenharias, principalmente Ambiental, Agrimensura e Civil; Ciências Biológicas, Geografia e Arquitetura e demais interessados.

Fonte: http://www.sinergiasc.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *